Eu estava decidida a impactar a vida de algumas pessoas naquela tarde de sexta-feira.

Àquela hora, muita gente já estaria animada para começar o final se semana. Mas a minha empolgação era outra.

Como cliente da Clínica Essere, já estava habituada com algumas atitudes da casa. Uma delas é que sempre que chego perto da máquina do café, mesmo tendo a minha disposição todo o aparato necessário (xícaras e pires de porcelana, açúcar, adoçante e mexedor), uma pessoa se aproxima e pergunta: “Quer que eu prepare o café para você?”. Sempre achei essa atitude simpática, mas nunca comentei com ninguém.

As revistas estão dispostas de forma a convidar você à leitura. A iluminação sempre suave. E o que me deixa mais admirada é a impressão de que quem trabalha lá está feliz.

Dessa vez, não fui para nenhuma consulta médica ou tratamento. Fui como convidada para fazer uma palestra à equipe de atendimento da clínica.

PalestraEssere

Não se tratava apenas de explicar a importância de um bom atendimento, mas de fazer entender as necessidades que levaram o cliente até a clínica. Ah, tá! Vocês podem dizer: “Mas é óbvio que o que leva uma pessoa a uma clínica desse tipo é uma necessidade estética”. Mas não é só isso, não, gente! E foi esse exercício que fizemos naquelas duas horas que passamos na sala.

Começamos pelo fato de que o cliente de hoje não é o mesmo de ontem. Ele está cada vez mais exigente, quer mais que a garantia de retorno do seu investimento. Não quer se arrepender da escolha que fez. E, se o arrependimento vier, ele vai ficar furioso, e relatar tudo em alguma mídia social. Com a rapidez de um simples “click”, sua história será lida por milhares de pessoas.

Também existe aquela situação que, isoladamente, não traz consequências tão drásticas. Mas, se ocorre com frequência, vai incomodar seu cliente de tal forma, que ele deixará a empresa sem nem mesmo deixar um bilhete de despedida. É aquela promessa que não se cumpre, aquela ligação não retornada, aquela despreocupação com a comunicação de um atraso…

Mas boas práticas também foram comentadas. No início deste post, explico o que faz com que eu me sinta especial como cliente na clínica. Acredito que as atendentes não percebiam o quanto se dispor a preparar um café para um cliente era importante. E elas ficaram felizes em saber que eram reconhecidas por isso. Não sei se apenas faziam (com muita gentileza) o que eram orientadas a fazer, mas tenho plena convicção de que, depois da palestra, essa atitude será mantida com muito mais motivação.

Sim, aquela regra que diz “atenção aos detalhes” deve ser seguida com rigor sempre.

E, assim, o Exmo.Cliente abre a sessão de palestras para engajamento de equipes! Quer saber como a sua empresa também pode aumentar o impacto positivo nos clientes? Clique aqui.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *